Friday, February 24, 2006

Tá, é sexta-feira, altas madrugadas e eu na minha condição de mais um perdido nessa época de festas, dancinhas sensuais, cultuação sexual, diversão barata ao som de músicas pobres e de fuga dos problemas do dia-a-dia dos brasileiros tenho a dizer simplesmente que considero o carnaval uma celebração à estupidez.

Duro? Talvez. Ok, o povo só quer se divertir, eu entendo. E eu até gostaria de participar. Mas eu consigo ser tão estúpido a ponto de não conseguir nem ao menos me ajustar à essa festa popular brasileira. Não consigo me divertir ouvindo música ruim, pulando feito um bobo, bebendo até cair, e "apavorando a mulherada" com uma tatuagem escrito "quero trepar" na minha testa. Até sou meio frustrado com isso, talvez até seria mais feliz e não teria de ficar preso à minha casa durante esta época de merda. E pra piorar ainda tem aquela enchurrada de desfiles de merda na televisão...

Agora me dêem licença que vou tomar meu chá de orégano com kisuco de uva e ler a última Caras (ha ha ha ha)

2 Comments:

Blogger Lê Filósofô Tibetano said...

hohohoho
Lê Filósofô concordando em ´número e grau.

Não perfeitamente.. porque não me questiono sobre o fato de querer ser "do rebanho". Tenho certeza que prefiro ser assim, trouxão.

11:57 PM  
Anonymous Ronan said...

puts... virou link dos meus favoritos...

queria ter o dom de colocar meus pensamentos num papel (ou numa tela fria de computador) de tal maneira...

\o/

[]'s

7:42 AM  

Post a Comment

<< Home